Catho, Linkedin, Vagas.com ou InfoJobs, afinal, quem dá mais resultados?


Realizei uma pesquisa no meu perfil do Linkedin, na qual 4.300 usuários da rede social opinaram à vontade, interagindo com 4 posts diferentes, mas com conteúdo similar:

  • Quem nunca conseguiu nada com a Catho / Linkedin / Vagas.com / InfoJobs curte, quem conseguiu comenta! Vamos ver a real!!!

Foram 4 dias, entre 2 e 6 de Agosto de 2016, cujos resultados estão logo abaixo:

  1. Linkedin: 797 internautas curtiram, ou seja, não obtiveram êxito com essa ferramenta; enquanto 172 comentaram seus êxitos. Em resumo, 21,5% de sucesso!
  2. Vagas.com: 217 internautas curtiram, ou seja, não obtiveram êxito com essa ferramenta; enquanto 44 comentaram seus êxitos. Em resumo, 20,2% de sucesso!
  3. Catho: 2.147 internautas curtiram, ou seja, não obtiveram êxito com essa ferramenta; enquanto 342 comentaram seus êxitos. Em resumo, 16% de sucesso!
  4. InfoJobs: 513 internautas curtiram, ou seja, não obtiveram êxito com essa ferramenta; enquanto 69 comentaram seus êxitos. Em resumo, 13,4% de sucesso!

Claro, sem a precisão e a consistência de um instituto de pesquisa profissional, parece-me que Linkedin e Vagas.com estão praticamente empatados, pois os percentuais estão muito próximos. Seguidos de Catho e InfoJobs. Mas a análise traz outras conclusões.

Impressionante a relevância da Catho em termos de quantidade de opiniões. Quase 2.500 pessoas citaram a empresa, enquanto apenas 261 trataram do Vagas.com. Claro, a taxa de sucesso, na minha opinião, é mais importante do que o número absoluto, mas não deixa de chamar a atenção a força da seríssima empresa Catho, a qual já tive o prazer de conhecer as instalações no início desse ano.

Mais um destaque: nenhuma das 4 plataformas traz resultados muito melhores que as demais! Por exemplo, nenhuma tem performance de 50% de sucesso, desbancando as rivais. Muitos usuários defendem umas com unhas e dentes, e dizem horrores sobre outras. Os resultados, porém, mostram que o fanatismo por essa ou aquela é um baita exagero.

Mais um fato? Eu digo. Depois de ver o percentual de insucessos (~80%), é fácil entender por que há mais descontentes do que contentes. Essas empresas colocam frente a frente quem contrata com quem quer emprego. Não obter sucesso não é culpa delas! É óbvio que todas são sérias e não inventam vagas coisa nenhuma! Então, aceite os resultados e saiba o potencial de cada uma, lembrando sempre de que você também tem sua parcela de responsabilidade, na tristeza ou na alegria.

Outro fato muito relevante, é entender quem são minhas conexões no Linkedin, já que foram elas que tiveram grande relevância no resultado da pesquisa. A maioria dos meus contatos por aqui é formada por engenheiros e profissionais de nível superior:

  • 60% são de São Paulo e região
  • 20% de engenheiros
  • 20% de funcionários de TI

Ou seja, o Linkedin, que venceu o pleito ao lado do Vagas.com, talvez seja mais relevante com esse público, e menos certeiro para outros. Quero dizer com isso é que nem sempre o melhor para um público significa o melhor para todo mundo. Talvez, em outros perfis, os percentuais entre os 4 concorrentes varie significativamente. Cabe, então, a você fazer suas análises dos meus resultados, e decidir se valem mais ou menos para seu caso. Boas decisões! Afinal, seu futuro depende delas!

Eng. William Mazza

*também realizo análises minuciosas de CV e perfil de Linkedin, além de ter bolado a “Estratégia de Recolocação Profissional do WMazza em 10 passos” – Conheça!!

Anúncios

34 comentários em “Catho, Linkedin, Vagas.com ou InfoJobs, afinal, quem dá mais resultados?

  1. Willian, achei extremamente interessante sua matéria. Já participei de vários sites de empregos e sinceramente não acredito em nenhum deles. Na minha opinião são verdadeiros caça niqueis pois não temos garantia nenhuma que as milhares de vagas publicadas existem.
    Na verdade eles funcionam como as agências de emprego, ou seja, colocam a oferta de emprego para atrair os clientes mas na verdade não existe vaga nenhuma. O Linkedin até posso acreditar que seja o mais sério porque os próprios usuários anunciam as vagas de suas empresas. Consegui uma vez um emprego através do Curriculum.com ,
    mas foi uma agência de emprego que achou meu currículo no site e entrou em contato direto comigo.
    Já mantive contato direto com empresas mesmo sem saber se havia vagas, e por incrível que pareça 99% das vezes consegui emprego dessa maneira mesmo sem conhecer ninguém nas mesmas.
    Agora novamente fiquei fora do mercado, e não vou pagar para ninguém para tentar me recolocar. Espero ter a mesma sorte das vezes anteriores, apesar que a situação do desemprego está muito pior do que antes. O governo dizendo que o país está melhorando e cada vez mais empresas estão quebrando e mandando funcionários embora.
    Sites de emprego para mim, são todos enganação. Minha opinião, procure uma agência de empregos ou a empresa diretamente.

    Um grande abraço,

    Sidnei

    Curtir

  2. É complicado validar uma pesquisa como essa. São tantos fatores a influenciar no resultado que tornam o resultado meio irrelevante (que fique claro, não estou dizendo que a intenção do autor é irrelevante). Por exemplo, se a pesquisa foi feita no LinkedIn, parece natural que a maioria das respostas positivas tenderão a essa plataforma. Outro exemplo é sobre o perfil de quem está respondendo. Acredito que quem acessa esse tipo de conteúdo geralmente é quem está procurando por emprego, mais uma vez me parece natural que as respostas negativas surjam mais do que as positivas.

    Curtir

  3. Acho o resultado pífio e sem nenhum valor, estou seguindo o autor do blog a pouco e já estou discordando. Talvez pela experiência, não muito boa em nenhum deles. Vamos lá Linkedin:00, Infojobs:00, Catho:00, Vagas.com:00. Talvez meu perfil não seja “aderente” creio que algum conhecimento agregado exista no meu perfil, visto que dentro dos maiores erros que podemos cometer no currículo este pelo menos estou fora. Mas posso afirmar, já vi vagas falsas na Catho, Infojobs, e nas outras não houve resultado algum nem um e-mail tenho a impressão que escrevo para lugar algum….Será que existe um lugar dos currículos perdidos!!!!!

    Curtir

    1. Bom dia! Não há problema algum em discordar de mim. Essas ferramentas são auxiliares e não as responsáveis pela recolocação de ninguém. Talvez valha a pena se informar e mudar a estratégia de atuação! Um abraço!

      Curtir

    2. Existem muitas outras questões para considerar: o que garante um emprego não são as plataformas, e sim o conhecimento técnico e, infelizmente, o local onde foi realizada a graduação (é algo que possui um certo peso); da mesma forma que existem pessoas não qualificadas e má intencionadas, existem empresas também com essas mesmas características, o que pode ocasionar sim em vagas falsas; poucas vezes tive retorno também, mas sempre acreditei, e é algo que ainda tenho em mente, que fosse por conta da minha qualificação profissional, devido eu não ter concluído minha faculdade ainda ou ao fato de faltar experiência profissional e cursos extracurriculares. Enfim, esta é minha opinião.

      Curtir

  4. Meu comentário pode ser um tanto absurdo, mas, diante de tantos relatos acima em relação as dificuldades de recolocação no mercado de trabalho, mesmo tendo experiência, alguns até pagando para ter seus currículos impecáveis, creio que muitas plataformas estão se aproveitando deste momento de crise para alavancar e garantir ótimos faturamentos, e cá entre nós, este é o melhor momento para garantir bons resultados, pois se estivéssemos na situação de pleno emprego, ou seja, quase todos empregados, como seriam o resultado dessas plataformas?
    Que Deus nos ajude.

    Curtir

  5. O que eu percebo falando de infojobs é que eles ligaram pra mim em algumas oportunidades, mas o que todas tinham em comum? A vaga tinha acabado de ter sido colocada no ar, e o meu currículo estava sempre entre os 20 primeiros recebidos mais ou menos

    Curtir

  6. Boa tarde Mazza

    Estou na procura, creio que depende muito do perfil profissional eu já consegui emprego pela Catho, na hierarquia gerencial, já no vagas.com realizei 2 entrevistas . Acho que no momento a melhor opção são as agencias de RH, estou com o cadastro nas 4 novamente rs espero ter a mesma sorte de 2 anos atrás, hoje procuro como profissional de Rh, muita coisa mudou com a crise, creio que cada um tem seu espaço basta achar seu perfil certo e uma ajudinha divina , porque esta complicado.

    Curtido por 1 pessoa

  7. WMazza, concordo com o comentário da Kelly Pincinato.
    Também fiz um caminho muito próximo o qual ela fez, talvez uns 70%, mas o resultado o qual obtive em Catho, Infojobs, Vagas e LInkedin foi ZERO !
    Apenas ressalto o Linkedin, que a plataforma onde as pessoas divulgam as vagas e postagens é muito bom, pois enviamos os e-mails e algumas vezes os selecionadores respondem, porém na plataforma similar aos outros, onde se candidatamos nunca recebi retorno.
    Creio que meu CV, e as empresas a qual trabalhei não sejam tão insignificantes, para que não desperte nos selecionadores apenas uma curiosidade para me contactarem para algum teste ou entrevista.
    Contudo sei como está o cenário atual, mas mesmo assim ficarei bravamente, insistentemente tentando e com certeza vou conseguir me recolocar novamente !

    Abraço!

    Marcelo Gama

    Curtido por 1 pessoa

  8. Fala Mazza bele? seu texto foi excelente, é bom desmistificar esse assunto ja consegui empregos pelo vagas e pela catho e pasme respondendo a anuncio de jornal tbm rs as vezes atribuímos os resultados negativos a terceiros para minimizar a responsabilidade que temos em insistir e não desanimar…belo texto abs

    Curtido por 1 pessoa

  9. Olá William
    Todos os dias fico na frente do computador acompanhando o movimento dos sites de emprego, além de manter o linkedin, outlook, e facebook abertos. Entendo que minha ansiedade é enorme e preciso manter a calma e manter a concentração nas publicações. Percebo que todos os links estão relacionados a uma empresa de recolocação como as mencionadas na sua pesquisa. Já entrei em algumas e 99% redireciona para uma tela para informar o cartão de crédito. Vamos em frente…..

    Curtir

  10. William, Tenho cadastro nos 4 sites mencionados por você, em nenhum desses sites consegui contato, ou e-mail, ou qualquer tipo de menção à minha candidatura. Realmente é desanimador, sem dinheiro, fiz a assinatura na Catho por 2 meses… foram 154 candidaturas, ninguém me chamou para nada… No Vagas, foram 321 candidaturas, nem preciso dizer que ninguém entrou em contato, no LinkedIn foram 64 vagas e nada…. no Infojobs ultrapassei as 400 candidaturas … problemas com meu currículo ou perfil não é, pois busquei todas as ferramentas e opções para estar impecável… Sem contar o site Curriculum, que a cada vaga que me candidato, eles ligam e falam a mesma coisa….que a empresa está interessadíssima no meu perfil, que não há concorrentes..maaaas só consigo a vaga se pagar 3 parcelinhas de 79,90 … pagar para trabalhar??? Já basta o cano que levei da Catho … Muitas vagas publicadas, em todos esses sites, creio que sejam fantasmas, pois muitas quando nos candidatamos, logo após 2 horas a vaga é expirada. Bem estranho isso!!! Algumas empresas que aparecem, liguei para enviar o currículo diretamente, e a vaga simplesmente não existia, não sei sinceramente o que fazer, e nem o que pensar sobre tudo isso. São horas na frente do computador, são horas de busca, fiz também um apanhado dos meus envios, e por e-mail particular, encaminhei 2455 currículos, e sem contar os sites… gastar sola de sapato e correr atrás sozinha, ou … partir para rebaixamento de trabalho e fazer um currículo inexperiente para ver se assim, consigo pelo menos um salário mínimo. Muito obrigada pelo texto, é exatamente o que eu procurava, para acreditar que não vale a pena pagar, ou “acreditar” nessas vagas, nesses sites. abraços

    Curtir

    1. Boa tarde Kelly, acabei de ler a seu post e vejo que não estou sozinha. Estou com a situação idêntica a sua !
      Faço um trabalho voluntário uns 7 anos sendo intermediária para as agências de emprego, ajudando pessoas carentes com a elaboração de currículos e enviando para as agências. É um trabalho que sempre gostei de ter em prazer em fazer pq NADA é cobrado esei da crise que estamos enfrentando também.
      Quando fiquei desempregada em janeiro de 2015, corri para essas agências que sempre ajudava as pessoas e até o momento estou sem trabalho, sem uma ligação se quer.
      Não sei a sua idade, mas, o que o Mercado de trabalho quer hoje é a mão de obra barata que sai cara.
      Antigamente, os jovens tinham direito de estudar, enquanto que seus pais trabalhavam.
      Já reparou como o Programa Jovem Aprendiz aumentou do ano de 2014 para cá ?
      Simplesmente estão ” jogando” os jovens no mercado de trabalho muito mais cedo, sem qualquer experiência e eles na maioria das vezes vêem os sofrimentos dos pais por não conseguirem um emprego e se “arriscam” em vagas que nem sabem se vão gostar. E o pior, estamos na era onde não temos os VERDADEIROS PROFISSIONAIS DE RH, que nos entrevistavam, nos avaliavam. Isso acabou e está acabando com o Mercado de Trabalho simplesmente porque qualquer pessoa hoje faz um ” cursinho” de RH e já é contratado para trabalhar. Não temos os VERDADEIROS E ANTIGOS PSICÓLOGOS COACHS !
      Estou na torcida que a área de RH vire o ROI que virou o Marketing : Só recebe se mostrar resultados, aí sim vencerá os verdadeiros profissionais de RH e conseguiremos voltar ao mercado de trabalho.

      Um grande abraço e vamos vencer !

      Alessandra, 44 anos
      17 anos de experiência na área Comercial, em busca de uma recolocação profissional desde janeiro de 2015.
      200 currículos enviados para o vagas.com
      Já fiz contrato pela CATHO também por 02 meses e nadaaa. Nenhuma ligação.
      Infojobs já perdi as contas.
      Currículo revisado por 02 professoras de Português e 2 Profissionais Coach de RH

      Curtir

    2. Nossa, acabei de responder ao texto sem ler os comentários e agora vi o seu. É o mesmo que acontece comigo, várias candidaturas, perca de tempo procurando vagas que ás vezes nem existem. Ter que pagar para deixar o currículo no topo para as visualizações é o fim da picada.

      Curtido por 1 pessoa

  11. Caro Willian, já visualizei vagas no Catho (em algumas que eles colocam a fonte), e no site da empresa não existe essa vaga. Creio que há sim algumas vagas que são fantasmas!

    Curtir

    1. Elizeu, nem sempre uma empresa publica a mesma vaga na Catho e no próprio site. Ela pode estar pagando alguém exatamente pq não quer fazer esse trabalho.

      Curtir

  12. Pesquisa muito pertinente, acredito também em outras variáveis que podem influenciar: o período de desemprego pode não coincidir com a oferta de empresas; a abrangência de região procurada; o numero de contatos do Linkedin; a qualificação profissional…, entretanto os resultados norteiam as escolhas.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s