O mundo não é mais o mesmo! A pessoa entrava na empresa, passava anos construindo sua carreira, e ia progredindo conforme o tempo de casa. Pois é, os tempos mudaram, e plano de carreira é coisa do passado. 

Por que afirmo isso? Simples: o mundo tem mudado tanto e tão rápido, que praticamente nenhuma empresa consegue cumprir aquilo que planejou no médio prazo. Quem entra hoje numa organização não pode mais querer aquela carreira engessada e quadradinha, principalmente no Brasil, onde uma canetada em Brasília muda totalmente os rumos da economia, de uma hora para outra. 

Você entra num projeto que deveria durar 3 anos, mas em um ano e meio o dólar subiu tanto, que a matriz no exterior desistiu da ideia de ampliar a produção. Ou então, você entrou na sua função, e houve uma reestruturação tão grande, que surge uma oportunidade numa área até então desconhecida por você. Dentro da sua empresa surgirão oportunidades com as quais você nunca havia pensado antes. Não troque de emprego! Fique e auxilie sua companhia em seus desafios!

Aliás, o plano de carreira estruturado como na carreira militar pode até atrapalhar, na medida em que poderia fazer alguém perder uma promoção por não ter atingido seu tempo na mesma posição! São tantas fusões e aquisições, empresas que fecham ou retornam ao país de origem, que não dá para ficar esperando 2 anos para isso, ou 3 anos para aquilo. É um cenário tão dinâmico, que a carreira pode mudar de uma hora para outra! Alguém numa posição X, por necessidade e urgência da empresa em não perder um negócio que surgiu, pode ser trazido para ocupar uma posição Y, bem antes do que se poderia imaginar. 

Esqueça o plano de carreira convencional do passado, e prepare-se para ser requisitado por sua empresa a qualquer hora, para qualquer lugar! Bem-vindo aos novos tempos! Acostume-se com a ideia.

Eng. William Mazza

 

Anúncios