Deve ser a reclamação mais generalizada dos candidatos a emprego: empresas não dão feedback dos processos seletivos. Mas por quê? Ofereço algumas alternativas:

1. Equipe enxuta e consequente falta de tempo

Impossível dar feedback para 20 pessoas por exemplo. Imagine gastar 10 minutos por feedback, nesse caso, seriam mais de 3 horas só para informar que o candidato não avançou no processo. Muitas empresas não querem dispor desse tempo. Pergunta: se você fosse do RH faria isso?

 2. O processo ainda não fechou

Às vezes processos seletivos demoram meses, até mais de ano. Você pensa que está fora do páreo, mas não está. É um jogo de paciência.

3. Como pode haver surpresas com o candidato escolhido, é melhor esperar

Hoje em dia, a pessoa à procura de emprego participa de 10 processos ao mesmo tempo. Se for chamado para um e inicia-lo, mas outro que pague R$ 100,00 a mais chamar uma semana depois, a maioria larga tudo e vai correndo. Nesse caso, certamente a empresa prejudicada recorrerá ao segundo colocado do pleito.

4. O escolhido pode fracassar e não passar da experiência

Por mais que tenha havido consenso sobre o candidato mais adequado à vaga, pode surgir um fiasco na prática. Aí, será a vez de recorrer à lista de espera. É improvável, mas acontece.

5. Candidatos reprovados podem não aceitar o motivo de serem preteridos

Já aconteceu comigo. Fiz um processo para engenheiro e entre dois candidatos, escolhi um. Quando liguei para o reprovado para explicar os motivos de ter preferido outro, foi muito constrangedor. Ficamos quase uma hora ao telefone, pois ele tentava de todo jeito me convencer que eu estava errado. A decisão já estava tomada e não tinha cabimento ficar naquele embate. Foi tão desgastante, que mesmo com o primeiro colocado tendo desistido na hora H, optei por reiniciar a seleção e conhecer outras pessoas.

Enfim, esses são 5 motivos possíveis para empresas não enviarem feedback para candidatos. Existem outros, mas esses me pareceram mais relevantes e próximos da realidade. Sei como é duro não receber retorno de algo tão importante, mas eu sempre pensava à época que se fosse para dar certo, já teriam ligado há tempos. Segue o baile!

Eng. William Mazza

*também realizo análises minuciosas de CV e perfil de Linkedin, além de ter bolado a “Estratégia de Recolocação Profissional do WMazza em 10 passos” – Conheça!!

Anúncios