Parece uma pergunta idiota, mas acredite não é. Em meio ao turbilhão de desemprego que assola o país, tenho observado diversos profissionais pedindo as contas dos empregos atuais. Estão tomando a decisão correta?

Na minha opinião, não. Claro, sei que há situações e situações, e só quem realmente está passando por elas é que pode medir todos prós e contras. Mas olhando de fora, entendo que não é momento para ficar desempregado, pois o mercado de trabalho está péssimo!

A euforia esperada pela tão desejada estabilidade política atingida nos últimos meses ainda é bastante tímida. Sem dúvidas, está melhor agora do que estava 6 meses atrás, mas mesmo assim ainda segue muito fraca a geração de novos postos de trabalho.

Tudo que acompanho tem mostrado que 2017 será melhor. Não muito, nem pouco, simplesmente… melhor. Aliás, não é muito difícil evoluir da letargia de 2016. Não vejo que 2017 se iniciará forte, mas ao longo do ano – esperamos – o país deve começar a sair do atoleiro.

Insisto que pedir contas nessa fase sinistra é péssimo negócio! Aguente mais um pouquinho, tente relevar e ter um pouco mais de jogo de cintura para pelo menos chegar empregado no ano que vem. Engula um pouco do orgulho próprio e seja mais tolerante, pois a recolocação ainda está bem difícil.

Eng. William Mazza

*Montei um curso de Linkedin Completo e 100% On-Line. Acesse em https://pages.hotmart.com/w5014169j/curso-completo-de-linkedin-online-básico/

**Também apresento uma palestra intitulada “25 DICAS DE EMPREGO PARA ENGENHEIROS“. Acesse em https://go.hotmart.com/R5156796G

Anúncios