Essa é a mensagem encontrada na porta de entrada do inferno, segundo o escritor italiano Dante Alighieri em sua obra “Divina Comédia”. Ainda hoje, porém, profissionais que são demitidos imaginam que seu retorno ao mercado de trabalho se dará nos mesmos moldes infernais. Certamente, um exagero em minha opinião.

É claro que é desagradável perder o emprego, e ter que iniciar uma busca por recolocação, mas a qualidade, boa ou ruim, dessa nova fase, depende muito mais de você do que pode parecer. Ou seja, está em suas mãos a administração desse período e suas possíveis consequências: infernais ou divinas que sejam!

Há muitas boas possibilidades diante dos olhos daqueles que passarão pelo período sem emprego, as quais passo a identificar:

Proximidade da família

Olha que excelente oportunidade de levar e buscar os filhos da escola! E por que não ir àquelas reuniões que nunca dava para ir antes? E que tal ir tomar aquele sorvete no meio da tarde, quando o calor está sufocante!!? E aquele campeonato de FIFA que nunca acontecia? Pois é. Ficar próximo de quem realmente nos ama faz muita diferença.

Estudar

Agora é a hora de imergir na fluência do inglês, ou realizar aquele curso completo e gratuito disponível no VEDUCA ou Coursera. Ou então quem sabe ler e estudar muito a fim de se atualizar, já que sempre faltou tempo para isso nos últimos anos?

Realizar network

Claro, a fase do desemprego não é a hora ideal para construir a rede de relacionamentos profissionais, mas já que não é possível voltar atrás e corrigir essa atitude equivocada, nada melhor que se conectar ao Linkedin e iniciar primeiro pelos contatos virtuais, para posteriormente estreitar o relacionamento num cafezinho ao vivo e em cores! Não se acanhe por estar desempregado, achando que todos fugirão de você, pois isso não é verdade!

Preparar seu CV e perfil de Linkedin com afinco

Quando se está trabalhando, muitos não prestam atenção em ter um bom CV preparado, ou um perfil de Linkedin bem feito. Pelo contrário, deixam-se surpreender pela demissão para acordar e correr atrás do prejuízo (quer dizer, fugir do prejuízo…). Minha dica é ler tudo a respeito, e informar-se sobre como ter um perfil campeão, além de apresentar um currículo que alavancará oportunidades para ser entrevistado.

Como acabo de demonstrar acima, o período de desemprego está longe de ser infernal. Longe disso, pode ser sim uma ótima oportunidade para reanalisar a carreira e a vida pessoal. Depende só de você!

Eng. William Mazza

contato: wmazza@bol.com.br

*também realizo análises minuciosas de CV e perfil de Linkedin, além de ter bolado a “Estratégia de Recolocação Profissional do WMazza em 10 passos” – Conheça!!

 

Anúncios