Sempre que publico meu post “Humilhado pelo entrevistador” no Linkedin, impressiono-me com os relatos deixados por outros usuários nos comentários. Resolvi, então, selecionar algumas histórias tristes que retratam a arrogância e o despreparo de alguns profissionais, que destratam aqueles que na maioria esmagadora das vezes utiliza de seus recursos próprios para conseguir um novo emprego.

  1. Quando fui entrevistada para uma grande marca que estava chegando a Curitiba. Nem me candidatei porque achei que não era meu perfil, mas, para minha surpresa fui chamada para uma conversa. Assim que a pessoa me viu falou, entre os dentes mas pude claramente ouvir: “já vi que não é aqui que vou encontrar o que preciso” … Fiz de conta que não ouvi mas me senti arrasada. Nunca mais esqueci essa frase. A entrevista foi um horror claro.– Valeria N.S.L. Curitiba – Paraná
  2. Logo que entrei pra faculdade fiz uma entrevista de estágio pra uma empresa de software de CAD e o entrevistador disse que eu era muito “velha” para a vaga. E na época eu tinha 24 anos– Fernanda L.D. SP – São Paulo
  3. Infelizmente sim. O “Chefe” que me entrevistou, ao começar percebeu um inseto na sala. Então pegou meu CV impresso e simplesmente amassou e começou a caçar o inseto. E aí vc faz o que com uma pessoa que faz isso na sua frente …. Total desrespeito !!!!– Walmir T.S. SB Campo – São Paulo
  4. Infelizmente também passei por isso. Estava na faculdade no sul de MG e fui fazer uma entrevista de estágio em Campinas (cerca de quase 4h de viagem de ônibus por conta das paradas). Ao chegar no local, de repente pelo stress do número de candidatos, a entrevistadora (de uma renomada empresa de seleção) foi extremamente grossa quando ao perguntar quais seriam meus três maiores defeitos. Eu os citei, mas na sequência complementei. Ao complementar os motivos pelos quais, a entrevistadora disse em voz alta e com olhar tenebroso “não estou aqui para ouvir historinhas suas sobre seus defeitos, então não faça perder o meu tempo”. Fiquei constrangido e intacto. Por fim, pra variar não recebi nenhum feedback.Alexandre M.M. Manaus – Amazonas
  5. Já passei por um situação assim com o gestor da vaga. A posição era para analista de Engenharia e o cara ficou tirando sarro, perguntando se eu poderia limpar a máquina, carregar o material de limpeza… Fiquei mais chateada pq o rh estava presente e não falou nada. Perguntei à empresa de rh intermediadora sobre isso, que ficou de verificar e não me falou mais sobre o assunto. No fim das contas, não fui selecionada e descobri que tudo não passou de uma brincadeira.Cristiane F.C.R Manaus – Amazonas
  6. Fui entrevistado por um grande banco que não vou ousar em dizer o nome por questão de sigilo profissional , mais estavam na sala gerente de RH superintendente e gerente comercial .. ficaram tempo todo olhando no celular e fizeram perguntas desconexas com a ocasião , fizeram pouco caso e nem sequer deram feedback .. só acho que o posicionamento estratégico da marca não deve só ser com clientes externos mais também com todos os colaboradores sem distinção de hierarquia .Caio G.A. São Carlos – SP
  7. Eu tive uma experiência bem desagradável ao ser entrevistado por pseudo-profissionais numa grande mineradora. Pessoal muito fraco, mal educado ao extremo, arrogante e para começar nem sabiam que eu estaria ali naquele momento. Quando um sujeito perguntou se as informações do meu curriculo eram verdadeiras eu me levantei e saí. Desordem total.Kennio R.B. Almenara – Minas Gerais
  8. Sim, e no dia do meu aniversário. Passei por 2 etapas do processo seletivo, falei várias vezes minhas qualificações e experiências, a recrutadora gostou de mim e marcou com o Diretor. A entrevista foi no dia do meu aniversário, tive que repetir tudo que já havia dito, ele olhou meu currículo com desprezo, desqualificou minhas habilidades e menosprezou minhas experiências, falou que não me ensinaria o serviço olhou para Recrutador e disse : Essa daí não serve, nem chama mais, jogou meu CV na mesa. Eu agradeci a recrutadora e sai, dei graças a Deus apesar do desprezo e da falta de educação que não fui escolhida, se tratam o candidato assim, imagina o funcionário.Tatiane C. Itapevi – SP
  9. sensação de impotência quando ocorreu comigo,,na verdade o entrevistador não tinha formação nenhuma…apenas cargo de confiança , na verdade o entrevistador havia dito que meu currículo estava muito fraco . Na época já era formado em ciências contábeis e com formação em custos da area de logística com inglês intermediário. Foi triste…Anderson S. SJ dos Campos – São Paulo
  10. Participei de uma entrevista, onde o entrevistador fez um verdadeiro vestibular, o tempo todo tentando me desqualificar, e quando lhe questionei sobre o porque de ser tão tendencioso a montar um perfil equivocado sobre mim, me pediu calma, levantou meu currículo por uma das pontas do papel e disse: lhe estou questionando assim, porque papel aceita tudo. Nota: era a entrevista final, só restava eu e outro candidato e quem entrou na vaga não participou deste processo seletivo e era amigo dele!Vital A. Natal – Rio Grande do Norte

Minha pergunta é: até quando pseudorecrutadores exercerão esse assédio moral sobre profissionais em busca de um nova oportunidade?

Eng. William Mazza

contato: wmazza@bol.com.br

*também realizo análises minuciosas de CV e perfil de Linkedin, além de ter bolado a “Estratégia de Recolocação Profissional do WMazza em 10 passos” – Conheça!

Anúncios